Cresce a instalação de caixas eletrônicos que aceitam criptos

by: Dynasty GI2022-01-18
O número de caixas eletrônicos equipadas para aceitar criptomoedas segue crescendo vertiginosamente. Mais de 20 mil novas instalações foram realizadas num período de um ano, segundo dados compilados pela Coin ATM Radar.
Há estimativas de que até o fim de 2021, o total das chamadas ATMs cripto tenha atingido a soma de 34 mil unidades.
Em dezembro de 2020, esse número mal chegava a 13 mil caixas, ou seja, um aumento de quase 200%. Cerca de 30 mil unidades de BATMs (ATMs de Bitcoin) estão nos Estados Unidos. No Canadá, segundo a Coin ATM Radar, há 2.200 máquinas. El Salvador, que desde setembro do ano passado adotou o Bitcoin como uma das moedas oficiais, tem 205 máquinas e passou à frente de países europeus como Espanha e Áustria. Os espanhóis têm menos de 200 caixas e os austríacos 142. Somados, todos os países europeus têm 1.384 caixas eletrônicos de criptomoedas.

Hoje, os maiores players do mercado são: Genesis Coin com 14 mil pontos de ATMs, seguido por General Bytes com mais de 7.500. Os demais são Bitaccess, Coinsource e Bitstop. A maioria dos BATMs possibilita a compra de Bitcoin (BTC). Outros caixas oferecem também outras moedas digitais como o Ethereum (ETH), Litecoin (LTC), Bitcoin cash (BCH) e Nano (XNO).

Ainda de acordo com a Coin ATM Radar, o Brasil possui 22 caixas eletrônicos da empresa Coincloud, 17 no estado de São Paulo. Para Eduardo Carvalho, fundador e CEO da Dynasty Global Investments AG, essa expansão do acesso ao mercado cripto já era prevista especialmente porque
"as moedas que têm referência no mercado real tendem a não sofrer oscilações abruptas e o investidor percebe essa diferença"
É o caso do D¥Ns, token de pagamento da Dynasty, que tem aceitação global e que tem referência no mercado imobiliário.

Share:

More about Dynasty

D¥N News

Information and news about the crypto world.

Follow Dynasty

Dynasty Global does not make a public offering in Brazil.